Maíra Freitas


Novidade quente na música brasileira. Este é o disco de estreia (homônimo) da jovem pianista Maíra Freitas, filha do famoso Martinho da Vila. A escolha do repertório foi bastante interessante, explorando bem o talento da cantora. Confira o vídeo que apresenta o trabalho:



Para que vocês conheçam melhor essa garota, vou passar a palavra para o próprio Martinho da Vila:

"Senhoras, senhores, jovens, adolescentes, crianças...!
É com prazer que apresento Maíra Freitas Ferreira, 24 anos, pianista clássica e popular, cantora, compositora...
Graduou-se em música clássica pela Escola de Música da UFRJ. Estudou piano erudito, particularmente com Maria Teresa Madeira, Luis de Moura Castro, Andrea Botelho e Elza Schachter.
Como concertista já tocou no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Teatro Municipal de Niterói, Sala Cecilia Meireles, Centro Cultural Banco do Brasil, Sala Baden Powell, Escola de Musica da UFRJ, Conservatório Brasileiro de Música, Centro Cultural Justiça Federal...
Internacionalmente atuou na Bulgária, Canadá, Chile, Noruega, Alemanha, Argentina, Paraguai e Estados Unidos.
Aprimorou seu acordes de piano popular com Cristovão Bastos, Leandro Braga, Marcos Nimrichter e Sheila Zagury.
Atua como vocalista comigo, Mart'nalia e poucos outros, com sua simpatia e humildade, sempre sorridente, com seus dentes que parecem as teclas brancas de um piano.
Agora, com sua personalidade, seu timbre e seus dedos mágicos, lança-se neste CD, que poderia ser intitulado SIMPLESMENTE MAÍRA. É o seu primeiro como cantora-pianista. Perguntada sobre os seus sonhos artísticos, respondeu que são "fazer as pessoas felizes, sensibilizá-las através da minha arte, tocar e cantar pelo Brasil e pelo mundo."
Então, vamos viajar seguindo os caminhos dos seus sons.
A sonoridade do VOO DA MOSCA anuncia que O SHOW TEM DE CONTINUAR com o MARACATU NAÇÃO DO AMOR. Aí, graciosamente, ela cria um CORTELET sensual que dá AS VOLTA pelo seu corpo com a ajuda do Quinho, seu amigo cantador. Aguarda um telefonema que finalmente chega para o seu ALÕ! Faz uma pequena pausa e dá o RECADO do Gonzaguinha, até entrar comigo em total DISRITMIA. Sóbria, ouve os ensinamentos de Joyce e do MONSIEUR BINOT, bem como os conselhos amorosos de SÓ O TEMPO, do Paulinho da Viola. Com seriedade pergunta SE QUERES SABER se eu te amo ainda. Depois, foge com o Chico Buarque de Holanda para um delicioso MAMBEMBE, sem abandonar o seu piano. Finalmente, SE JOGA pra nós, sem palavras, cantarolando seu próprio som.
Maíra é uma estrela que começa a cintilar e todos os seus ouvintes serão admiradores que darão Graças a Deus por ela existir".