'Os Garotos Perdidos', por Leonardo Rabelo / Defina Cine #2

Para quem não sabe, ‘Defina Cine’ é a nova seção do Embrulhador. Um convidado escolhe um filme e tem espaço livre para compartilhar suas impressões, sua opinião e detalhes que, no seu ponto de vista, merecem ser ressaltados. Leonardo Rabelo assina o segundo post da série e fala sobre o clássico vampiresco ‘The Lost Boys’.


“Sleep All day. Party all night. Never grow old. Never Die. It’s fun to be a vampire.”

‘The Lost Boys’ está completando 25 anos e, na minha opinião, desbanca os atuais filmes de vampiros feitos para adolescentes, como os da saga ‘Crepúsculo’, ao apresentar uma turma de jovens vampiros que fazem o que se espera que os vampiros façam: mordam todos que cruzarem seu caminho!

Tudo bem que na época não havia efeitos visuais moderninhos de CGI como os de hoje, mas bastava uma boa maquiagem, efeitos especiais simples e um roteiro dinâmico repleto de sustos para que o pessoal ficasse grudado na cadeira do cinema e, mais tarde, na tela da TV. Bons tempos aqueles em que os vampiros não brilhavam ao sol; muito pelo contrário: por se tratar de “seres da noite”, eles entravam em combustão ao menor sinal de raios solares sobre a pele e derretiam quando ficavam em contato com água benta.

Para quem não conhece o clássico, vale a pena conferir Kiefer Sutherland, o eterno Jack Bauer, no papel do chefe malvado da gangue de motoqueiros vampiros. O elenco ainda conta com Corey Feldman (o Bocão dos Gonnies) e Corey Haim, presença marcante nos filmes da ‘Sessão da Tarde’ dos anos 80, além de Jason Patric, Dianne Wiest e Jami Gertz.

E para embalar musicalmente as desventuras dos vampiros rebeldes com suas motos envenenadas, suas jaquetas de couro e seus ‘mullets ao vento’, a trilha sonora traz um cover do The Doors - ‘People Are Strange’ - feito pelo Echo & the Bunnymen, Steve Tyler com ‘Walk This Way’ e a canção criada especialmente para o filme, ‘Cry Little Sister’, com direito a um coral de crianças ao fundo, no estilo “Another Brick in The Wall” do Pink Floyd.

O filme é pura diversão, com direito a ação, suspense, romance e rock’n’roll. Uma boa pedida para uma sessão nostalgia com os amigos em um final de tarde.

OS GAROTOS PERDIDOS (The Lost Boys, 1987). Dirigido por Joel Schumacher. Elenco principal: Jason Patric, Corey Haim e Dianne Wiest. O nome do longa faz menção direta aos ‘garotos perdidos’ de Peter Pan, que na ‘Terra do Nunca’ jamais envelheciam. Foi rodado na Califórnia, cidade de ‘Santa Cruz’, ironicamente uma das armas de destruição dos ‘vampiros clássicos’.