40-31 >> A VOLTA AO MUNDO EM 80 DISCOS


40º - ANAÏS MITCHELL - Young Man in America // Estados Unidos // Folk
Detestei na primeira audição e me rendi completamente nas seguintes. Agora é um caso de amor.
 





39º - ALEX WINSTON - King Com // Estados Unidos // Indie Pop
Mais uma cantora fofinha para adolescente cor de rosa ouvir? Não mesmo. Surpreenda-se.
 




38º - NENEH CHERRY & THE THING - The Cherry Thing // Suécia // Jazz
Me resta uma dúvida. É possível alguém ouvir esse disco e não gostar?
 




37º - MICHAEL KIWANUKA - Home Again // Reino Unido // Soul, Blues
Uma das melhores e mais empolgantes estreias de 2012. O cara sabe o que faz - ou melhor, o que canta.
 




36º - LISANDRO ARISTIMUÑO - Mundo Anfíbio // Argentina // Folk
Esse argentino mistura muito, não se aquieta num único ponto. Tinha tudo para dar errado, mas não deu.
 




35º - DIRTY PROJECTORS - Swing Lo Magellan // Estados Unidos // Freak folk, Experimental
Só não mato David Longstreth porque ele é genial. E porque minha arma não tem gatilho.






34º - JOHN TALABOT - ƒin // Espanha // Electronic
Um disco que consegue agradar dos mais conservadores até os “não iniciados” no mundo da música eletrônica.
 




33º - ROBERTO FONSECA - Yo // Cuba // Jazz
O cubano tem talento num grau espantoso e conseguiu se superar neste novo trabalho.
 




32º - ANATHEMA - Weather Systems // Reino Unido // Doom Metal
Com a missão de destrinchar as emoções humanas sobre a morte, o grupo criou um disco de lirismo ímpar.
 




31º - REGINA SPEKTOR - What We Saw from the Cheap Seats // Rússia // Art Pop
A volta da russa que eu tanto amo…