50-41 >> A VOLTA AO MUNDO EM 80 DISCOS


50º - TINDERSTICKS - The Something Rain // Reino Unido // Chamber Pop, Indie Rock
A voz matadora de Stuart Staples num disco econômico, mas bem finalizado e bastante agradável.
 





49º - JESSIE WARE - Devotion // Reino Unido // Soul, Pop
Elegante e inteligente, a britânica surpreendeu em 2012 com uma coleção de ótimos hits.
 




48º - SHARON VAN ETTEN - Tramp // Estados Unidos // Folk
Não foi fácil, mas ela conseguiu impor seu estilo e conquistar os desavisados. Ousada e original.






47º - BLAUDZUN - Heavy Flowers // Holanda // Indie Pop, Folk
Johannes Sigmond é um danado. Novos ares no gênero com esse disco de sonoridade muito atraente.
 




46º - PERFUME GENIUS - Put Your Back N 2 It // Estados Unidos // Chamber Pop
Com o dom de polemizar, Mike Hadreas apresentou um trabalho musical rico - e fez isso ficar em primeiro plano.
 




45º - TAME IMPALA - Lonerism // Austrália // Psychedelic
Um grande disco que marca a transição do Tame Impala entre o ponto de revelação ao de influência.
 




44º - LEONARD COHEN - Old Ideas // Canadá // Folk
Depois de um dia de trabalho cansativo, o bom e velho Cohen (que agora soou novo) tem poder de cura.
 




43º - CHAIRLIFT - Something // Estados Unidos // Electronic, Indie Pop
Isso é perigoso. “Is it amneeeeeeeesia? Amanaemoneeeeeeeesia…”
 




42º - DEAD CAN DANCE - Anastasis // Austrália // Darkwave, World Music
Um deslumbre musical que convida para novas experiências sensoriais. Cada canção é um manifesto pelo belo.
 




41º - XOEL LÓPEZ - Atlántico // Espanha // Folk
XL juntou melodias finas e composições arguciosas num álbum para ouvir e guardar com carinho.